BLOG

Acompanhe os Artigos de JR.Cristofani

Terça, 01 Julho 2014 14:29

Andragogia: A Educação de Adultos

Escrito por

Artigo do Dr. CristofaniAndragogia: A Educação de Adultos

No post anterior, Sua majestade a Pedagogia, apresentei os cinco elementos que eu utilizo para fazer a distinção entre Andragogia e Pedagogia. Neste terceiro e último post, apresento as mesmas cinco características, mas do ponto de vista da Andragogia.

Lindeman postulou que:

"... a fonte de maior valor na educação do adulto é a experiência do aprendiz. Se educação é vida, vida é educação. Aprendizagem consiste na substituição da experiência e conhecimento da pessoa. A psicologia nos ensina que, ainda que aprendemos o que fazemos, a genuína educação manterá o fazer e o pensar juntos.... A experiência é o livro vivo do aprendiz adulto." (Lindeman, 1926, pp. 9-10)

Terça, 01 Julho 2014 14:29

Sua majestade a Pedagogia

Escrito por

Artigo do Dr. CristofaniSua majestade a Pedagogia

No post anterior, Você já ouviu falar em Andragogia? Falei sobre a necessidade de distinguir Andragogia e Pedagogia.

Neste segundo post, quero apresentar cinco pressupostos que sustentam a Pedagogia. É bom você ter em mente que esses cinco elementos são aqui alistados para fazer o contraste com a Andragogia.

A Pedagogia reinou soberana até as primeiras décadas do século XX, quando passou a ser questionada quanto à sua aplicabilidade na educação de adultos. Foi no estabelecimento dos pressupostos da Andragogia que a Pedagogia revelou os seus principais elementos constitutivos.

Terça, 01 Julho 2014 14:29

Você já ouviu falar em Andragogia?

Escrito por

Artigo do Dr. CristofaniVocê já ouviu falar em Andragogia?

Nesta série de três “posts” (Sua majestade a Pedagogia e Andragogia: Educação de Adultos) quero apresentar a Andragogia a você que ainda não ouviu falar desse assunto. Quero mostrar a você porque é necessário fazer a distinção entre Andragogia e Pedagogia.

Em geral, nós aprendemos a fazer os nossos planos de aula com os instrumentos e as orientações da Pedagogia. E isso é bastante apropriado se estamos lecionando para crianças, pois a abordagem pedagógica é própria para essa faixa etária.

Mas, e se os seus alunos são adultos? E se você leciona para jovens, a Pedagogia continuaria a ser a abordagem mais apropriada? O que você acha? Existem diferenças entre a maneira que uma criança e um jovem ou adulto aprendem? A resposta é: “Sim, existem diferenças no processo de aprendizagem de crianças e jovens e adultos”.

icon-AO papel e a importância da formação teológica para a igreja

Construtor de pontes. Assim poderíamos chamar o Apóstolo Paulo.

Depressões geográficas, vales profundos, rios e outros obstáculos naturais, muitas vezes, separam populações. E o engenho humano supera esses desafios com pontes. Construções que se alongam sobre os obstáculos. Obras que se interpõem entre esses desafios de aproximação.

Segunda, 28 Agosto 2017 10:30

O umbigo é mais embaixo! Sobre Cantares 7.2

Escrito por

em aguas profunda SITE

"Vulva" é a tradução mais adequada para Cântico dos Cânticos 7.2 do que "umbigo".

Quarta, 19 Julho 2017 17:52

Jesus, o hacker, ataca os Firesewall

Escrito por

Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas! Vocês fecham o Reino dos céus diante dos homens! Vocês mesmos não entram, nem deixam entrar aqueles que gostariam de fazê-lo. Mateus 23.13

jesus hacker site

Parece um pouco assustador chamar Jesus de hacker. Mas vamos com calma. Hackers são pessoas do bem. Os “white hat”, como são conhecidos, prestam um mega serviço para todos nós usuários de sistemas de computação. Hackers merecem o nosso respeito e admiração pelo que são, pelo que fazem e como fazem.

Para amenizar um pouco mais o espanto de chamar Jesus de hacker vou fazer uma diferenciação mais que necessária. É que muitos de nós confundimos hackers com crackers. Os crackers sim são pessoas do mal. Os “black hat” botam medo. São esses que invadem computadores com todas as piores intenções. Eles causam muitos danos aos sistemas, roubam dados, violam senhas, enviam vírus, trojans, criptografam dados etc. Os crackers não merecem o nosso respeito nem admiração pelo que são, pelo que fazem e como fazem.