JR.Cristofani

JR.Cristofani

Doutor e Mestre em Teologia | Especialista em Educação e Novas Tecnologias.

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Quinta, 01 Junho 2017 05:43

Cartilha de Hebraico

cartilha de hebraico facebook

A Cartilha de Hebraico se propõe a:

Ajudar você a superar as dificuldades na aquisição do hebraico com a seguinte abordagem:
A compreensão precede a produção, isto é, a compreensão de ouvir ou ler precede as habilidades de falar ou escrever;
A produção acontece em estágios sucessivos, começando com expressões não verbais para o discurso mais complexo, passando, naturalmente, pela palavra, frases e períodos;
O conteúdo da Cartilha está organizado por tópicos e não pela estrutura gramatical;
As atividades propostas na Cartilha objetivam baixar o filtro afetivo dos usuários na aquisição da língua hebraica.

EM UMA PALAVRA

A Cartilha de Hebraico é uma introdução às gramáticas. Ela preenche a lacuna que existe entre o domínio do alfabeto e a aprendizagem formal da língua hebraica.

Baixe a versão demo!

Compartilhe para liberar o link de download.

{module [332]}

Compartilhe

salmo85 misericordia justica

Misericórdia e verdade se encontraram
Justiça e paz se beijaram.

Há muito, nos primórdios dos tempos, duas irmãs, Misericórdia e Justiça, conviviam juntas numa linda, florida e arborizada colina. As pessoas que ali habitavam desfrutavam, todas de igual modo e equitativamente, dos frutos tanto da Misericórdia quanto da Justiça. E tudo ia muito bem no convívio harmonioso entre todos.

Mas um dia a majestosa colina sofreu um abalo sísmico, abalo provocado por uma fratura em sua base, o abalo do mal. E o mal cindiu o monte ao meio dividindo-o, assim, em dois lados. E as pessoas ficaram divididas nas duas extremidades. E criou-se um abismo entre as duas partes da ferida montanha.

Compartilhe
Sábado, 08 Abril 2017 10:32

A vocação e os vocacionados

Entrevista concedida ao Instituto Jetro

 

Investir e apoiar vocacionados para o ministério pastoral se tornou coisa do passado?

 

Esta inquietante pergunta faz parte de outra tão ou mais importante que esta: Onde estão os vocacionados? Digo os vocacionados para o ministério pastoral, o que muitos definem como, chamado divino ou vocação.

Como reconhecer um vocacionado ao ministério pastoral ou missionário? Por características?

 

Cristofani - A vocação é um testemunho interior do Espírito Santo. Porém, para não incorrermos em um subjetivismo devemos levar em conta o seguinte:

Uma pessoa vocacionada para o ministério Pastoral ou Missionário deve, em primeiro lugar, ter sua vocação reconhecida pela Comunidade de Fé. É a Igreja, em minha opinião, que tem as melhores condições para discernir as "marcas" em alguém que se diz vocacionado. Em segundo lugar, creio que o Espírito do Senhor sinaliza, de forma visível, aquela pessoa que irá exercer algum ministério. Por isso, digo que tal pessoa trás as "marcas" da vocação. E tais "marcas" serão visíveis aos olhos da Igreja.

Em terceiro lugar, acredito que a pessoa com o dom Ministerial deve evidenciar as "marcas" do seu chamado. Entre elas destaco: disposição para estudo e oração; prática da piedade e caridade cristãs; habilidades de comunicação e relacionamento interpessoal; submissão às Escrituras e ao Espírito de Deus; e alguma capacidade didática. Essas "marcas" ajudam na identificação de alguém vocacionado.

Portanto, reconhecer a vocação Ministerial de uma pessoa passa necessariamente por ouvir a Igreja local e conviver, na medida do possível, com que se diz vocacionado prestando atenção às "marcas" que se pode perceber nessa pessoa.

Compartilhe
Sábado, 08 Abril 2017 10:01

Josué, o sol e a lua

cristofani artigo josue

Sobre Josué: personalidade, vocação e temperamento

Josué (heb. Yehoshua ou Yeshua) é um nome carregado de significado. Nome que significa a salvação do nosso Deus. Deus que tirou poucos escravos da margem do país do Egito e os transformou em um grande povo. Este é o significado do nome “o Senhor salva”. E seu nome, como de resto todos os nomes no Antigo Testamento, já indica uma vocação, uma quase escolha para uma missão entre o povo de Deus.

É bastante fácil e correto supor que ele estava entre aquela parcela de escravos que subiu do Egito por ocasião do Êxodo. E pela longa, árida e difícil travessia pelo deserto ele figura, junto a Calebe, como os dois únicos que, daquela leva, entrariam na Terra Prometida.

Compartilhe

isaias 750

Eis que faço coisa nova!

Isaías para Pregadores.

Apenas R$ 119,00

Inscreva-se aqui!

 

Vamos empreender uma longa jornada através do Livro de Isaías e tirar todo o proveito deste grande profeta para a pregação, para a meditação pessoal e para o estudo bíblico, pois afinal a Palavra de Deus serve justamente para nossa edificação.

Compartilhe
Sábado, 25 Março 2017 07:40

História no Antigo Testamento - Gratuito

hist at 750

História no Antigo Testamento

Curso GRATUITO

Inscreva-se aqui!

 

O curso é oferecido por meio de 10 videoaulas e um e-book gratuito com o conteúdo. Há também outros recursos, como por exemplo, atividades lúdicas que você pode baixar, imprimir e completar em sua casa ou escritório. Fazemos, ainda, a indicação de outros sites, vídeos, textos de aprofundamento.

Compartilhe

vejam so conflito arabe israelense

Participação do Dr. Cristofani no Programa Vejam só!
Tema: Se Jesus garantiu que das criancinhas é o Reino dos Céus, podemos negar-lhes os sacramentos?

Compartilhe
Terça, 07 Fevereiro 2017 18:45

O referencial teórico da Cartilha de Hebraico

cristofani artigo chb metodo

 

Uma das ideias mais recentes sobre o estudo de uma língua estrangeira tem mostrado que a hipótese de que os processos de aquisição (formulação inconsciente de princípios gramaticais) e de aprendizagem (o estudo consciente de base cognitiva da gramática) representam dois sistemas de interiorização do conhecimento da língua.

Num outro artigo “Razões para uma Cartilha de Hebraico” mostrei que o ensino-aprendizagem do hebraico bíblico, baseado em manuais e gramáticas, privilegia maciçamente apenas um dos sistemas de aprendizagem da língua hebraica, o sistema formal, sendo o sistema de aquisição relegado ao segundo plano, quando ele existe.

Assim, a Cartilha de Hebraico preenche essa lacuna e tem como referencial teórico a utilização dos avanços da Linguística Aplicada ao ensino de uma segunda língua, particularmente da hipótese input de Stephen Krashen.

Compartilhe
Terça, 07 Fevereiro 2017 17:19

Razões para fazer uma Cartilha de Hebraico

cristofani artigo chb razoes

 

A necessidade de se fazer uma Cartilha de Alfabetização em Hebraico Bíblico tem seu ponto de partida na experiência do autor do no ensino dessa língua em cursos de graduação em Teologia ao longo dos últimos anos. Nesse labor, o uso do material didático disponível em língua portuguesa para o ensino do hebraico tem relevado lacunas tanto ao nível de ensino quanto ao nível da aprendizagem.

Via de regra, os/as estudantes têm muita dificuldade em apreender os conteúdos gramaticais e, em decorrência disso, não conseguem usá-los de maneira satisfatória no trato com o texto objeto de seus estudos que vem a ser o original hebraico do Antigo Testamento, isto é, o Texto Massorético (doravante referido como apenas como TM).

Compartilhe

semeador de estrelas msg natal

Em um princípio longínquo, era apenas a noite mergulhada em densas trevas. O véu de escuridão que cobria a face da terra pairava incólume de qualquer ponto de luz. O horizonte estava envolto em um eterno escuro manto, sem o nascer ou o por de sol. Tudo jazia na mais absoluta obscuridade.

Sobrevestido de luz, assentado no seu alto e sublime trono cósmico, o Semeador de estrelas contemplava tamanha escuridade. Conquanto para Ele, o Altíssimo, diferença alguma fazia estar claro ou escuro, ser noite ou dia, mesmo assim se punha a meditar no coração a sua criação.

Compartilhe
As Parábolas de Jesus
RECEBA ESTE E-BOOK GRÁTIS


Digite o seu nome e o seu email abaixo para receber este incrível e-book sobre as Parábolas de Jesus.