JR.Cristofani

JR.Cristofani

Doutor e Mestre em Teologia | Especialista em Educação e Novas Tecnologias.

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Artigo - Dr CristofaniA Escola Dominical no debate atual

A Escola Dominical tem sido o foco das discussões sobre a Educação Cristã. Alvo de muitas críticas, também. Mas não só de críticas. Há muito debate em torno dela. Hoje se debate quase todos os aspectos da Escola Dominical.
Uma rápida olhada na internet revela que a Escola Dominical está presente na agenda diária da Igreja. Pastores, Educadores Cristãos, Professores, Superintendentes e todos os interessados em Educação Cristã têm na Escola Dominical um ponto em comum de preocupação.

perfil-do-egresso

Não apenas em blogs, comunidades das redes sociais, websites, listas de discussão eletrônicas etc, se pode encontrar pessoas que estão preocupadas com a Escola Dominical. As livrarias evangélicas têm oferecido material de vários autores sobre o tema da Educação Cristã.

Compartilhe

Artigo Dr. CristofaniQuero falar com você sobre como aprender mais e melhor. Sobre quantidade e qualidade. Vou apelidar isso de aprendizagem significativa. E considerar que você é um adulto que aprende sozinho! Esta é uma máxima da Andragogia.

Como aprender mais e melhor! (Provérbios 24.30-34)

Mas como alguém pode aprender mais e melhor? Há muitas técnicas por ai que ajudam a exercitar as capacidades de aprender. E elas podem ser encontradas facilmente numa busca pela Internet, biblioteca ou livraria. Por isso, eu acho desnecessário falar com você sobre os “macetes” de aprender. Também não vou falar sobre as caraterísticas do aprendiz adulto. Sobre isso você pode ler a minha série de artigos sobre o tema.

 Eu vou sugerir que, antes de treinar técnicas para aprender mais e melhor, é necessário conhecer o processo de aprendizagem. Não vou falar de estilos de aprendizagem. Quero ajudar você a descobrir, a partir da avaliação de uma experiência concreta, qual é o processo mental para uma aprendizagem significativa. Como esse processo mental de aprendizagem ocorre em cinco momentos: 1. Epa! 2. Uau! 3. Ask! 4. Aha! 5. Eba!

Lembro a você que esses cinco momentos acontecem quase que simultaneamente em nosso cérebro. Aqui eles estão separados de forma didática para facilitar a compreensão.

Compartilhe
Terça, 01 Julho 2014 11:29

Andragogia: A Educação de Adultos

Artigo do Dr. CristofaniAndragogia: A Educação de Adultos

No post anterior, Sua majestade a Pedagogia, apresentei os cinco elementos que eu utilizo para fazer a distinção entre Andragogia e Pedagogia. Neste terceiro e último post, apresento as mesmas cinco características, mas do ponto de vista da Andragogia.

Lindeman postulou que:

"... a fonte de maior valor na educação do adulto é a experiência do aprendiz. Se educação é vida, vida é educação. Aprendizagem consiste na substituição da experiência e conhecimento da pessoa. A psicologia nos ensina que, ainda que aprendemos o que fazemos, a genuína educação manterá o fazer e o pensar juntos.... A experiência é o livro vivo do aprendiz adulto." (Lindeman, 1926, pp. 9-10)

Compartilhe
Terça, 01 Julho 2014 11:29

Sua majestade a Pedagogia

Artigo do Dr. CristofaniSua majestade a Pedagogia

No post anterior, Você já ouviu falar em Andragogia? Falei sobre a necessidade de distinguir Andragogia e Pedagogia.

Neste segundo post, quero apresentar cinco pressupostos que sustentam a Pedagogia. É bom você ter em mente que esses cinco elementos são aqui alistados para fazer o contraste com a Andragogia.

A Pedagogia reinou soberana até as primeiras décadas do século XX, quando passou a ser questionada quanto à sua aplicabilidade na educação de adultos. Foi no estabelecimento dos pressupostos da Andragogia que a Pedagogia revelou os seus principais elementos constitutivos.

Compartilhe
Terça, 01 Julho 2014 11:29

Você já ouviu falar em Andragogia?

Artigo do Dr. CristofaniVocê já ouviu falar em Andragogia?

Nesta série de três “posts” (Sua majestade a Pedagogia e Andragogia: Educação de Adultos) quero apresentar a Andragogia a você que ainda não ouviu falar desse assunto. Quero mostrar a você porque é necessário fazer a distinção entre Andragogia e Pedagogia.

Em geral, nós aprendemos a fazer os nossos planos de aula com os instrumentos e as orientações da Pedagogia. E isso é bastante apropriado se estamos lecionando para crianças, pois a abordagem pedagógica é própria para essa faixa etária.

Mas, e se os seus alunos são adultos? E se você leciona para jovens, a Pedagogia continuaria a ser a abordagem mais apropriada? O que você acha? Existem diferenças entre a maneira que uma criança e um jovem ou adulto aprendem? A resposta é: “Sim, existem diferenças no processo de aprendizagem de crianças e jovens e adultos”.

Compartilhe

icon-AO papel e a importância da formação teológica para a igreja

Construtor de pontes. Assim poderíamos chamar o Apóstolo Paulo.

Depressões geográficas, vales profundos, rios e outros obstáculos naturais, muitas vezes, separam populações. E o engenho humano supera esses desafios com pontes. Construções que se alongam sobre os obstáculos. Obras que se interpõem entre esses desafios de aproximação.

Compartilhe

em aguas profunda SITE

"Vulva" é a tradução mais adequada para Cântico dos Cânticos 7.2 do que "umbigo".

Compartilhe
Quarta, 19 Julho 2017 14:52

Jesus, o hacker, ataca os Firesewall

Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas! Vocês fecham o Reino dos céus diante dos homens! Vocês mesmos não entram, nem deixam entrar aqueles que gostariam de fazê-lo. Mateus 23.13

jesus hacker site

Parece um pouco assustador chamar Jesus de hacker. Mas vamos com calma. Hackers são pessoas do bem. Os “white hat”, como são conhecidos, prestam um mega serviço para todos nós usuários de sistemas de computação. Hackers merecem o nosso respeito e admiração pelo que são, pelo que fazem e como fazem.

Para amenizar um pouco mais o espanto de chamar Jesus de hacker vou fazer uma diferenciação mais que necessária. É que muitos de nós confundimos hackers com crackers. Os crackers sim são pessoas do mal. Os “black hat” botam medo. São esses que invadem computadores com todas as piores intenções. Eles causam muitos danos aos sistemas, roubam dados, violam senhas, enviam vírus, trojans, criptografam dados etc. Os crackers não merecem o nosso respeito nem admiração pelo que são, pelo que fazem e como fazem.

Compartilhe
Sexta, 14 Julho 2017 15:43

O verbo "criar" (bara') no Salmo 51

p3 palavras para pregacao site cristofani

O verbo "criar" (bara') no Salmo 51.

Como a tradução de uma simples partícula ajuda na compreensão do Salmo 51,

Compartilhe

p3 palavras para pregacao site cristofani

Como é a face do Deus do Antigo Testamento?

Horrorosa, cruel e violenta como foi pintada pela Teologia Medieval?

Claro que não! E eu mostro porque.

Compartilhe
As Parábolas de Jesus
RECEBA ESTE E-BOOK GRÁTIS


Digite o seu nome e o seu email abaixo para receber este incrível e-book sobre as Parábolas de Jesus.